Quarta, 19 de Junho de 2024
(74) 9 9910-1010
Saúde Bahia

Iniciativa pioneira: Governo da Bahia estabelece cofinanciamento para Centros de Reabilitação

O governador já havia autorizado a abertura imediata de 400 novas vagas no Cepred e no Centro Especializado em Reabilitação da Osid. O post Iniciat...

09/04/2024 13h33
Por: Pascoal Ferreira Fonte: Secom Bahia
SONY DSC
SONY DSC

Em um movimento inovador para ampliar o atendimento e a qualidade dos serviços de reabilitação na Bahia, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) implementou um programa de cofinanciamento aos municípios visando fortalecer a Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência (RCPD). A medida foi publicada no Diário Oficial do Estado nesta terça-feira (9) e terá impacto superior a R$ 7,3 milhões por ano.

De acordo com a secretária da Saúde do Estado, Roberta Santana, esta é uma peça-chave na estratégia estadual para qualificar e ampliar o acesso dos serviços municipais de reabilitação. “Estamos assegurando 20% de cofinanciamento em complemento aos investimentos federais para 14 centros de reabilitação”, afirma.

Foto: Leonardo Rattes- Ascom/Sesab
Foto: Leonardo Rattes- Ascom/Sesab

Adicionalmente, no último sábado (6), o governador Jerônimo Rodrigues já havia autorizado a abertura imediata de 400 novas vagas na capital baiana, no Centro Estadual de Prevenção e Reabilitação da Pessoa com Deficiência (Cepred) e no Centro Especializado em Reabilitação das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid), totalizando um investimento superior a R$ 5,4 milhões por ano. O governador também autorizou a construção de 16 novos Centros de Reabilitação em diversos municípios baianos.

A titular da pasta estadual da Saúde destaca ainda que as iniciativas transcendem o aspecto assistencial, contribuindo para a construção de uma sociedade mais inclusiva e justa, em que pessoas com deficiência terão maior acesso a serviços essenciais para sua integração e bem-estar. “O Governo do Estado reafirma o seu compromisso com a saúde e a inclusão, estabelecendo um modelo que poderá servir de referência para outros estados brasileiros na promoção dos direitos e da qualidade de vida das pessoas com deficiência”, avalia Roberta Santana.

Fonte: Ascom/Sesab

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.