Vestígios de uma derrota: ACM Neto ignora ex-prefeito de Irecê em entrevista

Vestígios de uma derrota: ACM Neto ignora ex-prefeito de Irecê em entrevista

O pré-candidato ao Governo do Estado, ACM Neto, cumpriu uma extensa agenda na região de Irecê na última semana. Rodeado de algumas lideranças locais, um fato chamou muita atenção nos bastidores e rendeu comentários nas redes sociais. O desprezo de Neto com  Luizinho Sobral! ACM foi incapaz de saudá-lo durante as entrevistas que fez. Luizinho, em tese, ainda seria a maior liderança local a apoiá-lo. Então, a pergunta que se faz é: por que Neto não citou o nome de Luizinho Sobral durante sua passagem por Irecê, mesmo o ex-prefeito estando "ao seu lado"?

IMAGEM DESGASTADA 

De acordo com conversas de bastidores, Neto teria avaliado que a imagem de Sobral está desgastada depois de 3 derrotas seguidas, principalmente na última eleição, quando perdeu para Elmo Vaz com mais de 5 mil votos de diferença. Isso seria um ponto negativo  para seu projeto político em se tratando da região de Irecê. Luizinho também perdeu toda sua base política, ficou sem grupo na cidade, e isso já levanta a possibilidade de surgirem outras lideranças para compor a oposição local, já que o ex-prefeito cortou praticamente todas as relações com políticos do seu antigo grupo. Segundo um dos seus prefeitos aliados, Neto já sabe que é preciso buscar novos nomes para recompor a sua base na antiga capital do feijão, e que Sobral deixou de ser opção. Ele escolheu  Zé Carlos da Cebola para cuidar da sua campanha em Irecê, isso já é um fato consumado. 

De um total de 30 municípios da região, Neto atualmente conta com 3 prefeitos que o apoiam de forma declarada: Hipólito Rodrigues (São Gabriel), Reinaldinho (Xique Xique), e Juliana Araújo (Morro do Chapéu). Os prefeitos de Canarana e Jussara ainda estão “atrás da moita”, muito embora Zeni Dourado tenha ido recebê-lo no aeroporto.

Sem base forte e consolidada na região de Irecê e tendo a grande maioria dos prefeitos e ex-prefeitos na base petista, a situação de Neto na região de Irecê não é das melhores. Terá de ralar muito ou buscar outros campos mais férteis.
 
Resumindo a agenda de Neto na região de Irecê, o que rola nos bastidores é que ele teria sido convencido que o feijão que outrora seu avô colhia em todas as eleições no passado, já não existe mais, e que agora terá de se contentar com alguns peixes, magros, temperados com cebola e pouco sal.

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.