Política

Vereadores de oposição dizem não à denúncia sobre maquinários e elogiam evento de vaquejada

Três vereadores da oposição discordam de Margarida Cardoso, da própria bancada, que pretende denunciar o uso de maquinários da prefeitura em propriedade privada
Foto: Irecê Repórter

A polêmica entorno da legalidade do uso de maquinário da Prefeitura de Irecê para viabilizar a realização de uma vaquejada no Parque Auta Rosa, propriedade privada, rendeu divergências na sessão desta quinta-feira (22), na Câmara Municipal.

Três vereadores da bancada de oposição se mostraram descontentes com a atitude da própria colega de bancada, a vereadora Margarida Cardoso (Podemos), que vem questionando a presença das máquinas em propriedade privada. Ela, inclusive, esteve no local e garantiu ingressar com denúncia no Ministério Público.

A vereadora Valdereis Lopes citou o artigo 7º-B da Lei Orgânica do Município, que autoriza o Executivo a ceder bens públicos, desde que o Legislativo aprove a solicitação, o que não ocorreu. “Ele (o prefeito), atropelou o processo, mas não posso deixar de ver a importância desse evento, que vai gerar emprego. Eu tiro o chapéu, não vou assinar a denúncia”, afirmou.

Consuêlo Dourado também seguiu a opinião de Valdereis. “A proporção desse evento requer bom senso, pois já está gerando muitos empregos diretos e indiretos. Também não vou assinar a denúncia”, disse ela, deixando um recado: “Se tem uma coisa que abomino é hipocrisia”. O vereador Irisvan completou o assunto: “Nossa colega se precipitou, precisamos ter cautela”, disse ele, que também garantiu não assinar a denúncia.

O líder da bancada de oposição na Câmara, Léo da Unibel discursou, mas preferiu não entrar em detalhes sobre as declarações dos colegas da bancada.

A vereadora Margarida Cardoso não esteve presente na sessão, por cumprir agenda institucional em Salvador. Questionada sobre as declarações dos colegas de bancada e a denúncia, ela disse estar tranquila. “Preciso seguir meu mandato com dignidade e sem medo. Tenho consciência de que estou no caminho certo e vou dar seguimento à denúncia”, afirmou.

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.