Irecê

Secretaria de Saúde e Codevasf agem no combate à dengue em Irecê

Agentes de endemias identificaram focos do mosquito em diversos pontos do órgão
Agente verifica cada equipamento em busca de possíveis focos (Foto: Pascoal Ferreira)

Pascoal Ferreira

 

A superintendência regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), sediada em Irecê, entrou no combate ao mosquito Aedes Aegypty, conforme determinação do governo federal. A ação, batizada de “faxinaço”, foi iniciada na manhã desta sexta-feira (29), em parceria com a Secretaria de Saúde do município e Vigilância Sanitária.

 

Agentes encontram focos do mosquito (Foto: Pascoal Ferreira)

Caixa d'água era local ideal para prolifferação das larvas do mosquito (Foto: Pascoal Ferreira)

 

Após uma palestra sobre o avanço do mosquito e a importância da mobilização coletiva, agentes de endemias partiram para a ação nas instalações do órgão, em busca de áreas próprias para reprodução do mosquito. Foram encontrados focos positivos em praticamente todos os pontos vistoriados e a equipe imediatamente tomou as devidas providências.

 

Focos do mosquito foram encontrados em recipiente com água da chuava (Foto: Pascoal Ferreira)

 

Os funcionários da Codevasf também foram incluídos no processo. Todos receberam cartilhas educativas e foram orientados a criar uma rotina de vistoria em toda a área do órgão em busca de possíveis focos. Além disso, deverão atuar como multiplicadores da ação, junto à família, visinhos e amigos. “Somente com essa união e trabalho conjunto, poderemos exterminar esse tão temido mosquito”, observou o chefe regional da Codevasf, Luiz Alberto.

 

 

Agentes trabalham para barrar focos do mosquito (Foto: Pascoal Ferreira)

 

A Secretaria Municipal de Saúde de Irecê também organiza uma grande força-tarefa para ser deflagrada assim que o período chuvoso passar. Com apoio da Polícia Militar, Defesa Civil, Tiro de Guerra e outros órgãos, serão realizados mutirões de limpeza, visitas constantes às residências, ações educativas em vias públicas e nas escolas, entre outras medidas.

 

À esquerda, Luiz Alberto, acompanhado dos agentes de endemias do município (Foto: Pascoal Ferreira)

 

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.