Irecê

Rivulis reúne produtores em palestra sobre o cultivo da cebola com irrigação por gotejamento

Palestra foi ministrada pelo especialista em fertirrigação, Adolfo Moura.
Adolfo Moura ministrou a palestra para os produtores da região

Na última terça-feira (27), a Rivulis, em parceria com a Agrofito, realizaram um encontro com produtores rurais da região, no auditório da Pousada 4Rodas, em Irecê, para discutir o efeito do manejo de água e fertilizantes no cultivo da cebola com irrigação por gotejamento. Na ocasião, o engenheiro agrônomo, pesquisador e produtor rural, Adolfo Moura, ministrou a palestra “Manejo da Fertirrigação na Cultura da Cebola”. (Confira a entrevista a baixo). Além de produtores de várias cidades, o evento também contou com a presença do gerente regional da Rivulis, Francisco Fontes.

Interagindo com a platéia, o palestrante esclareceu dúvidas e passou orientações sobre as melhores formas de alcançar uma produção de qualidade. "O solo aqui na região é bicarbonatado e requer muito cuidado dos produtores antes de iniciar uma plantação. O sistema de irrigação por fita gotejadora é uma das mais recomendadas práticas para o crescimento saudável da planta", comentou Adolfo.

O produtor Francisco Laecio Antunes, que trabalha na produção de cebola, acompanhou atentamente a palestra e relata e destaca sua importância. “As orientações sobre como utilizar a fita gotejadora foram bem pertinentes para mim. Outro ponto que considerei importante foi a avaliação do solo que ele fez, confirmando que nossas terras são salgadas”, disse Francisco.

Para o gerente executivo da Agrofito, Rogério Dourado, o evento proporcionou ampliação dos conhecimentos. “Foi um momento importante, pois trouxe a possibilidade de mais conhecimentos para o produtor, mostrando que é possível maior produtividade e rentabilidade para seu negócio”, disse.

Sobre a Rivulis – Rivulis Irrigation é um dos principais fabricantes de gotejamento e microirrigação em todo o mundo. Com 1800 funcionários e 15 fábricas em 12 países, e uma rede de distribuição global de mais de 2.500 revendedores, em 70 países.

 

ENTREVISTA

O que falta na região, é investimento em tecnologia para uma explosão da produtividade, diz Adolfo Moura, 

 

Irecê Repórter: Qual foi a principal importância da palestra para os produtores da região?

Adolfo Moura: A utilização de fita gotejadora para a cultura da cebola, tendo como desafio as águas calcárias da região, que são salinas. As fitas gotejadoras da Rivulis são muito mais resistentes ao entupimento e essa é a grande vantagem dessa fita para o ciclo da cultura da cebola, que deve durar entorno de 140 dias.

IR: O Sr. visitou algumas propriedades da região e fez uma avaliação do solo. Qual foi a conclusão?

Adolfo Moura: O solo da região é extremamente frágil e se continuar da forma como está, daqui há dez anos vai virar uma salitre, uma usina de sal. Então, o grande perigo de utilizar a água salina num solo frágil, é acabar com esse solo em 10 ou 20 anos.  

IR: Na região de Irecê, já existem produtores utilizando a fita gotejadora da Rivulis?

Adolfo Moura: Sim. Três produtores fizeram o teste, inicialmente, em uma área pequena, e hoje já é uma área de 20 hectares. Minha ida à região foi justamente para mostrar que essa não é uma novidade. Em outras regiões, a exemplo da cidade de Baraúna, no Rio Grande do Norte, que tem águas calcárias salinas, se planta mil 200 hectares de cebola com essa fita. Todos que adquiriram essa fita, estão satisfeitos.

IR: O produtor que se interessar em adquirir a fita gotejadora em Irecê e região deve procurar qual parceiro?

Adolfo Moura: A Agrofito é nossa parceira, inclusive, estivemos uma reunião e fizemos uma capacitação com o engenheiro agrônomo da empresa, com orientações sobre como lhe dar com o manejo desse solo e da água. O produtor precisa de orientação de manejo, por isso, selamos essa parceria com a Agrofito. Não queremos só vender, queremos que o produtor tenha sustentabilidade, para ter cuidado com o solo, patrimônio que será das futuras gerações.

IR: Qual a avaliação que o Sr. faz da região de Irecê?

Adolfo Moura: É uma grande produtora de cebola e hortaliças em geral. Tem todo potencial de solo e água, mesmo sendo salina. O que falta é tecnologia, não tem filtragem nem automação. Se agregar tecnologia a essa região, com certeza terá uma explosão de produção muito grande.

Conheça mais sofre a Fita Gotejadora: 

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.