Política

Região de Irecê a poucos passos de ter um Deputado Federal da terra

A campanha de Militão Dourado mobiliza toda a microrregião de Irecê, região da Chapada e Oeste da Bahia
Região de Irecê a poucos passos de ter um Deputado Federal da terra

Uma candidatura que começou tímida, mas que foi crescendo de forma estruturante e com sólidos e importantes apoios em toda a Bahia. Nomes expressivos como o do ex-prefeito de Irecê e ex-deputado Federal, Beto Lelis. O do ex-prefeito de Lapão,  Hermenilson Carvalho. Ainda dos ex-prefeitos de Central, Osmar Torres e Genário. Apoia também a sua candidatura o ex-prefeito de João Dourado e ex-Deputado, Jailton França. O também ex-prefeito de Mulungu do Morro, Dr. Amauri, além de vereadores, ex-vereadores da região e de toda a Bahia.

É grandioso também o apoio que Militão recebe dos empresários, irrigantes, comerciantes, professores, agentes de saúde, médicos e dentistas, associações, dirigentes de organizações, líderes religiosos, dentre outros.

"O que estamos percebendo é que, diante de um contexto de descrédito em relação aos velhos nomes da política, a candidatura de Militão representa o novo, além de resgatar um sentimento e uma vontade coletiva na região de Irecê no sentido de eleger um representante genuíno da nossa terra". Ressalta Tony Dourado, um dos coordenadores da campanha.

Militão Dourado transformou-se num nome de consenso entre diversos setores da sociedade e variados espectros políticos. Ele circula entre eleitores do candidato a Deputado Estadual Luizinho Sobral, onde faz parceria na cidade de Presidente Dutra. De outro lado, tem apoio da grande maioria dos eleitores do candidato a Deputado Estadual , Zé Carlos da Cebola.

Outros candidatos a deputado Estadual que já manifestaram apoio à sua candidatura: Pedro Tavares, Sidelvan Nóbrega, Aderbal Caldas, Reinaldo Braga, Jacó, Zé das Virgens, dentre outros. Isso mostra que Militão permeia entre os eleitores de todos esses candidatos de forma "leve", sem rejeição.

Para além da região de Irecê, Militão conseguiu a proeza de estabelecer seu nome no Oeste da Bahia, especialmente na cidade de Luís Eduardo Magalhães, onde residem muitos migrantes da região de Irecê. O candidato conta ainda com núcleos de multiplicadores em diversas cidades. 

A coordenação de sua campanha estima que Militão terá votos em mais de 300 cidades em toda a Bahia. E comemoram o fato de o candidato estar coligado numa "chapinha", onde o quantitativo de votos é relativamente baixo para se eleger, em torno de 30 a 40 mil votos. 

Diante de todo esse contexto pode-se observar que a eleição de Militão é visto como projeto regional, um projeto que une toda a região em nome de um sonho de voltar a ter voz e vez em Brasília. 

"É importante a região de Irecê compreender a importância de eleger Militão para a Câmara Federal. Há 24 anos que não temos um representante local. O último foi Beto Lelis, em 1994". Esse é o momento e oportunidade única da região", conclui Tony

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.