Irecê

Prefeito de Irecê quer busca e apreensão de documentos da gestão passada

Elmo Vaz garante que desde a transição do governo, não recebeu sequer um papel de padaria com qualquer informação da gestão anterior
Prefeito Elmo Vaz (Foto: Divulgação)

Pascoal Ferreira 

 

Com pouco mais de 50 dias de governo, o prefeito de Irecê, Elmo Vaz (PSB), diz enfrentar dificuldades administrativas por falta de acesso a documentos importantes dos mais diversos setores relativos à gestão passada.

 

Segundo o gestor, desde que assumiu a prefeitura, não recebeu sequer um papel de padaria da gestão anterior com qualquer informação.  “Eu desafio que me provem que me entregaram alguma coisa”, disparou ele, em entrevista na rádio Caraíbas FM.

 

O chefe do executivo afirmou ainda que a Procuradoria do Município deve oficializar uma representação judicial para busca e apreensão de documentos. “Desde a transição de governo, até hoje não sabemos  quanto devemos, a quem devemos e por que devemos. Precisamos de informaçõe”.

 

 

ENERGIA CORTADA

 

Elmo Vaz citou o corte da energia da Casa dos Estudantes em Salvador para ilustrar o dilema em busca de documentos. “A administração falhou, mas falhou porque não conseguiu adivinhar que dia a conta ia vencer. Essa conta não é em nome da prefeitura, está em nome do proprietário da casa”.

 

O prefeito acredita que houve maldade e perseguição. “A gente jamais saberia o dia de vencimento dessa conta, porque, de forma premeditada e maldosa, alguém recebeu e escondeu”, finalizou. 

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.