Polícia

Polícia conclui que o empresário José Dantas foi assassinado e prende suspeito

Suspeito viajava com o empresário e alega que foram vítimas de sequestro
Foto: Divulgação (Polícia Civil)

O empresário José Dantas Matias, que era dono das marcas Café Dantas e da distribuidora de alimentos, Cestas Básicas Matias foi encontrado morto na última quarta-feira (19) ao lado do seu veículo numa estrada vicinal que interliga o povoado de Mato Verde a cidade de Ibititá/BA, na região de Irecê.

A princípio, Dantas teria sido vítima de acidente automobilístico. Mas com a chegada do Departamento de Polícia Técnica (DPT), foi constatado pelos peritos que o comerciante havia sido atingido por um disparo de arma de fogo. A partir daí, a Polícia Civil começou a tratar o caso como assassinato. Foram ouvidas várias pessoas que apontaram que Leandro Viera de Souza, de 29 anos, o ‘Leo da Cesta Básica’, estaria no veículo no momento do acidente. No local, a polícia recolheu a aparelho de celular de Leo e também outros pertences. Após o fato, Leo desapareceu.

O delegado Ernandes Júnior, responsável pelo caso, abriu inquérito e representou pela prisão temporária do suspeito. Diversas diligências foram realizadas com o intuito de efetuar a prisão de Leo da Cesta Básica.

Três dias após o fato, na quinta (20), por volta das 21h,  e certamente sem saber que existia um mandado de prisão, o suspeito que estava acompanhado de um advogado se apresentou à autoridade policial. Ele estava, inclusive, com a cabeça enfaixada. Segundo a Polícia Civil, ele foi interrogado e na sequência foi cumprido o mandado de prisão.

Ao Central Notícia, o delegado Ernandes Júnior disse que o suspeito nega o crime. Falou que ele e José Dantas foram vítimas de um sequestro, e não avisou a família do empresário porque teria ficado muito nervoso. O delegado ainda disse que a depender do curso das investigações,  a prisão poderá ser renovada ou convertida para preventiva.

O suspeito está preso em uma das celas do Completo Policial de Irecê. Familiares disseram à polícia, que no dia do crime, terça-feira (18), à noite, José Dantas estava à espera de Leo para receber uma quantia em dinheiro.

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.