Para evitar consumo de carne clandestina, ADAB fecha cerco em rodovias e mercados populares

Para evitar consumo de carne clandestina, ADAB fecha cerco em rodovias e mercados populares

Seguindo o cronograma de ações itinerantes de fiscalização em diversos pontos do estado, a ADAB( Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia) atuou durante seis dias na região de Feira de Santa com o objetivo de assegurar a qualidade dos produtos de origem animal que abastecem as cidades próximas.  Mais de uma tonelada de carne foi apreendida durante a operação sem que os comerciantes apresentassem qualquer documento sanitário.


“Nossa atenção está voltada para proteção da saúde pública, uma vez que os consumidores não podem correr esse risco de consumir carne de animais que podem não estar vacinados ou abatidos em condições precárias, em locais desprovidos de higiene e cuidado”, diz o diretor-geral da autarquia, Maurício Bacelar. “Por isso intensificamos a fiscalização que atualmente acontece em qualquer ponto da Bahia”, completa.


As principais doenças passíveis de transmissão ao homem por animais sem vacinação ou abatidos de forma clandestina em locais inadequados são a Brucelose, Tuberculose Bovina, Cisticercose, Salmonelose, Verminoses , Mal da vaca louca,  Gastroenterite, entre outras.
Foram vistoriados mercados municipais em Ipirá, Feira de Santana, Santo Estevão e Tanquinho de Feira além de caminhões e carros em barreiras fixas e itinerantes na BRs-116 e 324 e BA-052.


“Nos preocupa muito a manipulação inadequada, armazenamento e transporte incorretos para esses produtos. Precisamos garantir alimentos seguros”, diz o gerente territorial do Sisal Ednilton Brito.


As equipes da ADAB estão, nessa segunda (6), na região de Cândido Sales vistoriando o comércio e os mercados populares para evitar o consumo de carne clandestina, em ação integrada pelo Ministério Público, Vigilância Sanitária e Policia Militar.

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.