Irecê

Padeiro de Irecê investe em capacitação e vê renda duplicar

Com a nova estratégia de gestão financeira, Edmilson Silva pretende trocar a padaria móvel por um ponto fixo

“Sempre trabalhei na área de panificação, mas não conseguia montar o meu negócio, nem me manter só com os pães que eu fabricava”. Essa era a constatação do padeiro Edmilson da Silva antes da participação nos cursos de Gestão Financeira e do programa Negócio a Negócio do Sebrae. “Seu Edmilson”, como é conhecido em Irecê, participa da Associação de Panificadores da Região de Irecê (Apanir), criada com a ajuda do Sebrae, e através da qual teve acesso aos cursos e capacitações.

 

Antes, o valor recebido com as vendas não cobria os custos, e seu Edmilson sempre trabalhava no vermelho. “Eu só repassava o pão. Estava enxugando gelo. Depois da consultoria do Sebrae, entendi que deveria valorizar o meu produto, produzir menos e acrescentar o valor agregado ao pão que produzo de forma totalmente artesanal”, diz.

 

Depois da consultoria recebida, seu Edmilson já mudou a estrutura do ponto produção: colocou cerâmica e investiu em novas bandejas e utensílios para fabricação do pão caseiro. Todos os dias o empreendedor faz 600 unidades, entre pão francês, sonhos e pão doce, e entrega a mercadoria de bicicleta baú pelos bairros próximos da sua casa.

 

O próximo passo do empresário é estruturar o ponto de venda e comercializar o produto sem sair de casa. “Com as mudanças, consegui juntar um capital e vou investir na minha padaria. Um antigo sonho que estou vendo virar realidade”, comemora.

 

Com a expectativa de que a produção aumente para 1 mil unidades por dia, Edmilson já pensa até na divulgação da empresa. “Quero vender para todos os bairros e, com a divulgação, vou atrair o cliente que não conhece o meu produto, porque quem compra sempre volta”.

 

Para a técnica do Sebrae Irecê, Rosiane Cordeiro, a qualificação do empreendedor faz com que ele consiga se manter no mercado e adquirir novos clientes. “Os cursos e consultorias do Sebrae orientam o empresário e inserem técnicas importantes para a busca de inovação na empresa e sustentação do empreendimento no mercado”, diz.

(Nara Zaneli)

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.