Região |

Mulher comemora morte de companheiro com festa: ‘me batia muito’

Um fato inusitado chamou a atenção em Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo, neste domingo (4). Uma mulher, de 47 anos, comemorava a morte do próprio companheiro, vítima de um atropelamento de carro. Ao site Voz da Bahia, a senhora disse que o ato era uma espécie de alívio por conta de ter sido vítima frequente de agressões físicas cometidas pelo marido. A “comemoração” foi feita após receber o seguro do acidente. “Eu fiz uma festa porque quando ele era vivo, ele me batia muito. Eu comprei uma caixa de cerveja, com o som alto e fiz uma festa na minha casa”, relatou. 

 

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.