Morro do Chapéu: Praça com disco voador de 40 toneladas é inaugurada nesta sexta-feira

A réplica foi feita em 1991 e ficava na propriedade de Alonso, que é cearense de nascimento, mas foi morar em Morro do Chapéu para intensificar sua pesquisa ufológica.
Morro do Chapéu: Praça com disco voador de 40 toneladas é inaugurada nesta sexta-feira

A prefeitura de Morro do Chapéu inaugura nesta sexta-feira (27), na Praça Porto Cristal, a réplica de um disco voador em homenagem aos óvnis, objetos voadores não identificados. A obra tem 6,8m de diâmetro, pesa cerca de 40 toneladas e foi construída pelo ufólogo Alonso Régis, referência da área no país.

A réplica foi feita em 1991 e ficava na propriedade de Alonso, que é cearense de nascimento, mas foi morar em Morro do Chapéu para intensificar sua pesquisa ufológica. Em 2021, o equipamento foi doado pelo pesquisador para a prefeitura, que o transferiu para o Centro da cidade e construiu uma praça para impulsionar a nova atração, que promete atrair turistas interessados em ufologia.

Considerado um dos principais sítios ufológicos de grandes atividades do Brasil, Morro do Chapéu foi a primeira cidade com registro de óvni na região, em 1892. O próprio Alonso Régis diz que Morro do Chapéu é uma base de pesquisa que os extraterrestres selecionam na Terra. Ele já fez mais de 20 registros no Centro Brasileiro de Pesquisas de Discos Voadores (CBPDV) sobre atividades extraterrestres no município.

A inauguração da praça ocorre num momento em que o tema ganha destaque no mundo após o Congresso dos EUA realizar a primeira audiência pública sobre óvnis em 50 anos. A sessão teve a presença de membros do governo e aconteceu após 11 meses da divulgação, pelo Pentágono, de um relatório com registros de 144 observações de UAPs (fenômenos aéreos não identificados, na sigla em inglês) por militares desde 2014.

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.