Municípios

Jovem é localizado sete dias após desaparecer durante festa eletrônica em Camaçari

Eric Geovane de Oliveira, 22 anos, foi encontrado na manhã deste sábado (10) dentro de uma fazenda

Sete dias após desaparecer durante a festa rave Aurora, realizada na localidade de Vila de Abrantes, em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), o jovem Eric Geovane de Oliveira, 22 anos, foi encontrado na manhã deste sábado (10) dentro de uma fazenda da região próxima onde a festa aconteceu. "Eric foi encontrado numa fazenda próxima do local onde aconteceu a festa. Ele ficou esses dias sobrevivendo dentro do mato. Ele está assustado e muito arredio. Ele queria apenas ficar com a família nesse primeiro momento", explicou o produtor do evento Danilo Nazca.  



Segundo ele na noite de sexta-feira (09) uma das pessoas que estava participando das buscas avistou Eric e na manhã deste sábado o caseiro de uma fazenda o localizou. "Ele está debilitado, mas está bem", destacou Nazca.  Ele ressaltou que 'o evento não é responsável pelo desaparecimento do jovem'. "O evento não é responsável por isso. O evento é legalizado e a produção ajudou nas buscas ao Eric. 



Em entrevista ao CORREIO no início dessa semana, a prima do rapaz, a estudante Bárbara Alves, 29, afirmou que durante a festa disseram que ele começou a gritar. "Disseram que ele surtou e começou a gritar: 'querem me matar e roubar o carro'".



De acordo com a família, o jovem é tranquilo e não costuma frequentar festas raves. "Não temos conhecimento de que ele ia nesses eventos em Salvador e adjacências, ou de que costumava se exceder em qualquer coisa", diz Bárbara, acrescentando que as pessoas que estavam com Eric contaram poucos detalhes do momento do desaparecimento. "Falaram que ele teve dois surtos. O primeiro, conseguiram conter. No segundo, começou a gritar novamente que alguém ia matar ele, e saiu correndo em direção ao matagal. Aí ele teria pulado a cerca e não foi mais alcançado, pensaram que fosse retornar", contou a estudante. 



 



Morte na Aurora



O turista Jacques Paulo Garcia, 34, morreu, na manhã do domingo (4), após passar mal durante a festa rave Aurora. Jacques, que era natural de São Paulo, foi levado por um parente ao Hospital Menandro de Farias, em Lauro de Freitas, também na RMS, com parada respiratória. Apesar das tentativas de reanimação, ele não resistiu e morreu na unidade médica.



Em sua 15ª edição, a Aurora atraiu centenas de pessoas ao Rancho Paraíso, que é uma propriedade privada. A rave aconteceu na noite do último sábado (3) e foi até a tarde do domingo (4). Segundo a delegada Danielle Monteiro, as investigações ainda estão no início e não é possível apontar hipóteses sobre a causa da morte. “O que gente sabe é que a delegacia da área não tinha conhecimento de festa alguma na região”, adiantou.



Por meio de nota, os organizadores disseram que estão em contato com a família da vítima e que Jacques Paulo recebeu todos os cuidados na festa. "Ele recebeu todo o suporte que poderia receber no evento. Passou pela redução de danos, pelo posto médico, recebeu gás oxigênio, massagem cardíaca, e etc. Todo o socorro possível no local da festa, inclusive tivemos pessoas da produção acompanhando o caso", completa a nota.


Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.