Irecê: Morre o poeta do sertão, o repentista Valderi Teles

Irecê: Morre o poeta do sertão, o repentista Valderi  Teles

Faleceu nesta terça-feira, 15,  por volta de 13h, na comunidade de Taboa, distrito de Baianopolis, Oeste da Bahia, o repentista Valderi Teles, 75 anos. Enfermo saiu de Irecê para receber os cuidados de uma filha moradora da localidade. La já  estava há um ano.  Segundo familiares, ele morreu como um passarinho, declamando o seu amor pela família.

O poeta foi diagnosticado com um câncer de reto, há dois anos atrás em Salvador. Seu filho Gilmar Teles, informou que foi desenganado  pelos médicos, declarara que viveria no máximo um mês, e se fizesse a cirurgia,   viveria apenas dois meses, mas com cuidados da família e medicação caseira, sobreviveu 1 ano e 6 meses.

Natural de Monte Orebe - Paraíba, o poeta chegou  em Irecê no auge da produção do feijão, anos 70, para trabalhar na agricultura. Foram anos de fartura e seca. Ele vivenciou a íngreme seca de 1976, que assolou o Sertão baiano. Com seu talento foi convidado a participar de um documentário da TV Educativa da Bahia, durante aquele período  com o parceiro repentetista, João Quelé (Inmemorian). 

Com talento nato para os repetes de improviso, Valderi descobriu uma forma de sobrevivência para o sustento da sua família. Se apresentava em feiras livres, eventos culturais e políticos.  Assim ele ganhava dignamente a vida.

Em 1987, com destaque nas apresentações em toda região foi convidado a fazer participações em programas da Rádio Regional de Irecê AM, onde aos conquistou o seu espaço, e passou a apresentar o seu próprio programa, "O Mensageiro do Sertão", conquistando muitos admiradores. 

No improviso Valderi dizia "a nossa vida é emprestada, enquanto a morte não vem, e desse maior mistério não é para saber ninguém, este um dos maiores segredos que a natureza tem".

O repentista Valderi Teles, escreveu alguns livros voltados para a cultura do sertão, com causos retratados  em forma de versos na sua forma de expressar. Fez  muitos amigos e admiradores do seu trabalho. Ele deixa a esposa, cinco filhos, netos e boas recordações. 

 

FONTE: RAY CRUZ 

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.