Irecê: Ex-feirante consegue carteira assinada e escola para os filhos

Irecê: Ex-feirante consegue carteira assinada e escola para os filhos

Maria do Socorro de Lima Santos, de 33 anos, mora no sertão do Nordeste com seu marido e seus dois filhos. Há 9 anos, ela foi contratada como monitora de sala pelo Projeto Nova Canaã, que atua na região ajudando famílias em situação de vulnerabilidade social. Esse foi o primeiro emprego de carteira assinada da mãe de família, que, antes, trabalhava como feirante, vendendo temperos.

"Antes do Canaã, eu ia para a feirinha aqui vender cheiro-verde. O projeto foi meu primeiro emprego de verdade. Em uma só palavra, resumo o Canaã a gratidão. Por tudo o que o projeto já fez por mim e pela minha família", diz Maria do Socorro.

O marido de Maria trabalha com cobranças e recebe uma porcentagem pelo que consegue coletar. Depois da pandemia do novo coronavírus, que obrigou todo mundo a ficar de quarentena, a renda da família diminuiu. Mas, os dois filhos do casal, Diego, de 13 anos, e Ricardo, de 16, conseguiram vagas na escola do Nova Canaã, o que lhes dá acesso a educação e alimentação de qualidade.

Maria do Socorro afirma, emocionada, que o projeto tem sido de grande apoio em sua vida. "O Canaã, para mim, foi uma bênção porque, além de ser o meu primeiro emprego, eu consegui nossas coisinhas de casa, a vaga dos meus filhos. Sou muito grata a Deus por eles estudarem lá", afirma Maria. "Não consigo nem imaginar como seria se não existisse mais", completa.

SOS Famílias do Sertão

Além de prestar auxílio às famílias em situação de vulnerabilidade, no início deste mês o Projeto Nova Canaã lançou a ação SOS Famílias do Sertão. A campanha já está estendendo a ajuda social promovida para famílias do sertão nordestino, especialmente aquelas que estão passando por dificuldades por conta da crise causada pela covid-19.

A meta é continuar ajudando mais de 500 famílias carentes. Você, que ainda não contribuiu, faça sua doação para que a ajuda continue chegando às pessoas que precisam.

Fonte: R7

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.