Região |

Irecê: Desembargador acata pedido de prefeitura e nega greve de professores

Irecê: Desembargador acata pedido de prefeitura e nega greve de professores
Uma decisão do desembargador Raimundo Sérgio Sales Cafezeiro negou direito de greve dos professores da rede municipal de Irecê, no centro norte baiano. A decisão acolhe pedido da prefeitura local. Em caso de desobediência, o sindicato da categoria [APLB] terá de arcar com multa de R$ 10 mil. Conforme a gestão do prefeito Elmo Vaz, os docentes não teriam feito devidamente o comunicado da greve, inclusive o ato "não teria sido indicada na ata da assembleia que deliberou pela realização do movimento". A prefeitura ainda argumentou que as negociações não tinham sido encerradas com a categoria. A categoria pede 6,81% de aumento [a partir de janeiro passado], enquanto o prefeitura aceitou pagar o aumento somente a partir de julho passado.

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.