Política

Irecê: Briga pela presidência da Câmara está a todo vapor nos bastidores

Os vereadores Tertinho, Espedito e Paulinho do Destak são os primeiros nomes a brigarem pela presidência da Câmara
Irecê: Briga pela presidência da Câmara está a todo vapor nos bastidores
Três vereadores já demonstram interesse pelo cargo maior da Câmara (Fotomontagem: Irecê Repórter)

A eleição da nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de Irecê está agendada para o dia 15 de dezembro e o registro das chapas para o dia 05 do corrente mês. O atual presidente da Casa, o vereador Rogério Amorim (Figueredo), não poderá concorrer à reeleição.

As articulações pela presidência estão a todo vapor. O vereador Espedito Moreira - eleito no grupo sobralista -  e atualmente na bancada de sustentação do prefeito Elmo Vaz, foi o primeiro a se lançar candidato na condição de presidenciável, mas a estratégia adotada, não decolou.

O vereador Paulinho do Destak, que atualmente reside na cidade da Barra, tem atuado em baixa rotação na política local, mas já expôs que será candidato e que se não tiver apoio da bancada atual, poderá buscar apoio na oposição, o que não seria suficiente, a não ser que leve consigo, algum vereador insatisfeito na base do prefeito.

O vereador Figueiredo ainda não se manifestou sobre o assunto. De acordo com o nível de satisfação das duas bancadas com a sua gestão, teria boa votação, e poderia ser reeleito à unanimidade. Porém, está impedido por dois obstáculos: primeiro, em razão de um acordo político feito na véspera da sua eleição para a atual Mesa Diretora, através do qual apoiaria o vereador Tertinho, para o próximo período legislativo. E o segundo impedimento, é um normativo da Câmara, que suspendeu a possibilidade de reeleição do presidente da Casa.

O vereador Tertinho enfrenta rejeição de alguns dos seus pares, a começar por Paulinho do Destak. Outro fator que o prejudica são os procedimentos judiciais que estaria respondendo, por improbidade administrativa praticada quando esteve presidindo o legislativo local. Sua condução como líder da bancada tem sido muito criticada por omissão e ausências importantes, sendo inclusive, em alguns momentos, taxado de gazeteiro.

A oposição assiste o digladiar dos governistas, avaliando e xavecando possibilidades em trazer descontentes para eleger um presidente de seu interesse.

 

Fonte: João Gonçalves | Cultura e Realidade

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.