Irecê |

Governo paga shows sem licitação na Bahia; Irecê foi contemplada

A cidade figura entre as 11 que receberam maior valor para pagamento de cachê
Show da dupla Mateus e Cauan foi patrocinado pela Bahiatursa: R$ 150 mil

As festas juninas realizadas este ano, na capital e interior da Bahia, custaram aos cofres públicos do Estado mais de R$ 13 milhões, entre edital (R$ 6,5 milhões) e dispensas de licitação (R$ 7.431.000). O número foi calculado pelo Bahia Notícias, a partir dos valores repassados por meio de seleção pública, somados aos dados publicados pela Superintendência de Fomento ao Turismo do Estado da Bahia (Bahiatursa), em cinco edições do Diário Oficial do Estado, desde as versões de 21 e 23 de junho até este sábado (1º) e esta quarta-feira (4), dentro do projeto “São João da Bahia e Demais Festas Juninas 2017”.

 

Nesta quarta, mais R$ 139 mil foram registrados para o pagamento de cachês em Salvador, Conde e São Sebastião do Passé. Este último, em números absolutos, foi o segundo município que mais recebeu verbas da Bahiatursa para a realização de suas festas: R$ 900 mil, para 21 shows. Se a verba fosse dividida para os pouco mais de 45,6 mil habitantes de São Sebastião do Passé - de acordo com o censo do IBGE de 2016 -, o investimento do Estado seria de quase R$ 20 mil por pessoa da cidade, que é gerida pelo prefeito da base do governador, Dr. Breno (PSD).

Salvador ficou em primeiro lugar na lista de cidades apoiadas pela Bahiatursa: só na capital, 53 atrações somaram investimento de R$ 2,438 milhões em cachês. Itabuna ficou em terceiro lugar, com R$ 310 mil para três apresentações. Valença, teve investimento de R$ 215 mil por cinco shows; e Ilhéus, R$ 195 mil para contratar três apresentações.

 

O Bahia Notícias procurou a Bahiatursa para questionar qual foi o critério para a escolha dos municípios beneficiados, mas até a publicação desta matéria não houve resposta.

 

Confira a lista das cidades que, até então, receberam verbas da Bahiatursa por inexigibilidade de licitação:

Salvador: R$ 2.438.000 (53 shows)
São Sebastião do Passé - R$ 900 mil (21 shows)
Itabuna - R$ 310 mil (3 shows)
Valença - R$ 215 mil (5 shows)
Ilhéus - R$ 195 mil (3 shows)
Santo Antônio de Jesus - R$ 185 mil (3 shows)
Itaparica - R$ 175 mil (5 shows)
Muniz Ferreira - R$ 175 (4 shows)
Ibicuí - R$ 157 mil (4 shows)
Eunápolis - R$ 150 mil (1 show)
Irecê - R$ 150 mil (1 show)
Cairú - R$ 145 mil (3 shows)
Conde - R$ 134 mil (3 shows)
Jequié - R$ 130 mil (1 show)
Ipiaú - R$ 120 mil (1 show)
Maracás - R$ 100 mil (2 shows)
Brejões - R$ 85 mil (2 shows)
Iaçu - R$ 85 mil (2 shows)
Mucugê - R$ 80 mil (1 show)
Ibicoara - R$ 50 mil (1 show)
Araci - R$ 50 mil (2 shows)
Maraú - R$ 50 mil (1 show)
Tanque Novo - R$ 50 mil (1 show)
Planaltino - R$ 50 mil (1 show)
Senhor do Bonfim - R$ 45 mil (2 shows)
Utinga - R$ 40 mil (1 show)
Laje - R$ 40 mil (1 show)
Simões Fiho - R$ 35 mil (1 show)
Candeiras - R$ 35 mil (1 show)
Jussiape - R$ 35 mil (1 show)
Entre Rios - R$ 30 mil (1 show)
Amargosa - R$ 25 mil (1 show)
Coração de Maria - R$ 20 mil (1 show)
Ouriçangas - R$ 20 mil (1 show)
Aratuipe - R$ 18 mil (1 show)
TOTAL: 38 municípios – R$ 7.431.000

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.