Irecê

FAI realiza aula inaugura dos cursos de Engenharia Agronômica e Engenharia Civil

Com a inauguração dos dois novos cursos, a FAI dá mais um passo em seu plano de expansão e passa a ofertar oficialmente cinco cursos de graduação presenciais

Alunos, professores e membros da comunidade acadêmica da Faculdade Irecê (FAI) realizaram, na noite desta segunda-feira, 4, a aula inaugural dos seus cursos de Engenharia Agronômica e Engenharia Civil. Com a presença de autoridades locais, profissionais e pesquisadores da área, o evento marcou a abertura das atividades dos dois primeiros cursos de engenharia da Região e a primeira ação acadêmica aberta do novo Departamento de Engenharias da FAI.

Com a inauguração dos dois novos cursos, a FAI dá mais um passo em seu plano de expansão e passa a ofertar oficialmente cinco cursos de graduação presenciais (Agronomia, Enfermagem, Engenharia Civil, Farmácia e Psicologia) funcionando em dois departamentos acadêmicos.

Para o Professor Marcos Carvalho, diretor da Faculdade, mais do que a inauguração de novas graduações, a aula inaugural dos  cursos de Engenharia demarca um avanço concreto no sentido de se construir, dentro da FAI, a oferta de um Ensino Superior de qualidade em áreas do conhecimento diversas.

Segundo o professor, os dois novos cursos representam uma nova e importante etapa para a Instituição. “A FAI começou com o curso de Enfermagem e acabou desenvolvendo atividades acadêmicas voltadas para a Saúde. Agora a gente começa a desenvolver um novo núcleo acadêmico. Não é simplesmente a aula inaugural de dois cursos novos, é o ínicio de um novo núcleo dentro da Faculdade”, ressaltou.

 Formação para além do economicismo

Seguindo a missão de promover um Ensino de graduação qualificado e comprometido com a formação de profissionais competentes e, acima de tudo, socialmente comprometidos em sua atuação, os novos cursos da FAI se inserem, desde os seus primeiros dias, de maneira marcante no contexto social do Território de Irecê. Isso se dá por conta da vocação e carência da nossa região por bons profissionais nas duas áreas.

Com as novas graduações, a ideia é que, através de práticas pedagógicas e científicas mais amadurecidas e perpassadas por discussões teóricas e práticas em laboratórios e em campo, a FAI possa ao longo dos anos promover uma ação ainda mais positiva em setores sociais e econômicos diversificados na região.

De acordo com o professor Medson Janer, Coordenador do Curso de Agranomia da FAI, os novos cursos estão comprometidos com o progresso social, científico e tecnológico do Território – fator que proporciona uma formação mais completa, que ultrapassa um viés meramente tecnicista ou economicista. “Nós que queremos pensar um curso não com um pensamento economicista, mas com o pensamento de formação do homem. O homem ou mulher que possam fazer e exercer o desenvolvimento com sustentabilidade “, afirmou Janer.

Expansão em curso

Totalmente presenciais, os cursos de Engenharia Agronômica e Engenharia Civil funcionarão em turno noturno, podendo ofertar até 100 vagas anuais cada um. De acordo com a direção da FAI, o início de mais duas graduações marca o amadurecimento e, mais do que isso, o início prático da expansão da Faculdade que, em 2018, tem o plano de operar com 11 cursos de graduação, entre bacharelados e licenciaturas.

Além dos cursos de Engenharia, novas graduações presenciais devem ser abertas pela FAI nos próximos meses. A ideia é que mais cinco novos cursos estejam com vagas abertas: o Curso Superior de Tecnologia (CST) em Irrigação e Drenagem; Medicina Veterinária, além das Licenciaturas em Matemática, Geografia e Ciências Biológicas.

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.