"Estamos projetando Irecê para hoje, amanhã e depois. E vamos fazer uma gestão participativa", garante o candidato Léo da Unibel em entrevista

"Estamos projetando Irecê para hoje, amanhã e depois. E vamos fazer uma gestão participativa", garante o candidato Léo da Unibel em entrevista

O candidato a prefeito de Irecê, Léo da Unibel (DEM), da coligação “Juntos por uma nova Irecê”, relatou, nesta segunda-feira (5),  que muitos projetos de indicação que fez na Câmara Municipal, foram engavetados até pelo ex-prefeito Luizinho Sobral, de quem foi Líder ferrenho no Legislativo. Segundo ele, seu nome também foi ocultado em outros projetos que chegaram a ser viabilizados.  “Tenho vários projetos que, sequer, foram citados em algum momento de inauguração”, reclamou Léo, em entrevista na “Central das Eleições”, novo projeto da Caraíbas FM para entrevistas e cobertura das eleições 2020.

 

 DIREITOS CESSADOS

“Fui o único líder do governo que discordei de algumas atitudes do ex-prefeito. Me coloquei à disposição dos ambulantes, quando (em 2013) foi cessado os seus direitos econômicos de angariar recursos para garantir sua sobrevivência. Mostrei para o ex-prefeito que o Código de Postura do Município garantia aos ambulantes transportadores o direito de ir de vir, porque foi uma lei votada, aprovada no Legislativo e sancionada pelo próprio prefeito na época”.  

CANSADO DE PEDIR E NÃO SER ATENDIDO

Questionado sobre o que lhe motivou a apresentar seu nome como candidato a prefeito, Léo foi direito na resposta: “Vereador pede, cobra, solicita; mas quem executa é o prefeito. Então, eu, cansado de pedir, de cobrar, de solicitar e não ser atendido, coloquei meu nome na condição de candidato a prefeito. Não estou caindo de paraquedas, como certos prefeitos caíram na nossa cidade. Estou aqui com uma história de vida, de trabalho, e uma história política”, disparou Léo, garantindo que, se eleito, vai humanizar a saúde, com a reabertura do Hospital Municipal, tornando-o referência no atendimento à mulher e às crianças; lutar pela implantação do tratamento de Oncologia, aprimorar o Samu e promover melhorias na UPA.

“Vamos cuidar da administração pública sem perder o contato direto com o povo. Vamos fazer uma gestão participativa, ouvindo os anseios da sociedade e executando os projetos tendo como base as principais prioridades do povo.  Estamos projetando Irecê para hoje, para amanhã e para depois. Confiem em Léo e Doinha”, finalizou Léo da Unibel.  

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.