Empresa de comunicação de Irecê é alvo de Fake news, responsáveis serão acionados judicialmente

Responsáveis foram identificados e serão representados judicialmente nas esferas cível e criminal. Preste bem atenção ao que você compartilha na rede!
Empresa de comunicação de Irecê é alvo de Fake news, responsáveis serão acionados judicialmente

A DNA Comunicação e Marketing, empresa fundada há cerca de oito anos na cidade de Irecê pelos amigos e sócios Artur Antunes e Daniel Pinto, tem se destacado ao longo da sua trajetória pela responsabilidade, transparência e compromisso com a informação de qualidade. Pioneira no mercado na Região, a Agência de Notícias possui farto portfólio de serviços comprovadamente prestados à diversas instituições públicas e privadas  - a exemplo da Desenbahia, Bahiatursa, Petrobras, Telejunior Comércio e Representações , Colégio Edimaster e Prefeituras de Ibipeba, Barro Alto, Ibititá, dentre outras. 

Muito conhecido em todo território, Artur Antunes tem uma vida dedicada à Comunicação Social: desde garotinho, trabalha com carro de som, locução, cerimonial, marketing e política. Bagagem e paixão que o capacitaram para fazer parte do quadro de colaboradores das principais rádios do município, Irecê Líder FM, Caraíbas FM, 101 FM e Rádio Difusora; além de coordenar a Comunicação da Prefeitura de Irecê entre 2013 e 2016 e também apresentou durante 12 anos ininterruptos o São João da cidade, um dos maiores eventos do interior do Estado. 

Jornalista premiado, Daniel Pinto trilhou o caminho acadêmico defendendo a diversidade, respeito e liberdade jornalística no mestrado de Comunicação e Cultura Contemporânea. Com passagens pelos principais veículos de Comunicação da Bahia (entre Rede Bahia, Bahia Notícias e BNews), ele se estabeleceu em Irecê, onde participa ativamente da vida social, política e cultural da cidade e contribui com o desenvolvimento sustentável de diversos projetos nas áreas Institucional, Literária, Jornalística, Comercial e Defesa do Meio Ambiente. 

Hoje, lamentavelmente, a DNA e seus sócios fundadores foram vilmente atacados por um GRUPO, com bases em Ibititá e Irecê, liderados por notável representante da oposição naquela cidade, com várias acusações de quebra de decoro parlamentar e movimentações financeiras suspeitas, especialmente quando foi presidente da Câmara Municipal e teve a desfaçatez de endossar e sacar cheques em seu próprio nome.  Com ajuda de equipe profissional e financiadores envolvidos no atual processo eleitoral, o venerável vereador visitou a antiga sede da empresa, onde a DNA funcionou por 4 anos consecutivos. 

De forma leviana, na tentativa de intimidar e prejudicar o processo democrático e a liberdade de imprensa, o excelentíssimo vereador, que é pago com verbas públicas para defender os interesses do povo, usou o expediente administrativo para fazer calúnias e difamações sem nenhum fundamento legal ou técnico. Todo material produzido e divulgado nas redes sociais foi entregue à equipe jurídica da agência que prepara a queixa-crime e os processos nas esferas cível e criminal, já que a exposição provocou danos irreparáveis ao negócio e as famílias das vítimas. 

Fake news é crime! Preste bem atenção à credibilidade de quem faz a denúncia! Na dúvida, não compartilhe! Você pode ser inocentemente envolvido num processo judicial! Seja responsável e preserve os princípios do Estado de Direito Democrático!

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.