Vídeos

Conheça a história de luta, força e superação de Meirinha

Merinha tem uma história marcada por muitas lutas, desafios, superações e conquistas. Confira tudo nesse vídeo intimista.
Conheça a história de luta, força e superação de Meirinha

Meire Joyce, ou simplesmente Meirinha, como é carinhosamente chamada por todos, tem uma história linda de superação, foco e determinação.

Portadora de uma síndrome de nanismo, Meirinha começou a trabalhar aos dez anos. Superando medos e vencendo desafios, a pequena notável conseguiu se formar em Administração e hoje, além de professora acadêmica também é vereadora em Irecê.

Meirinha tem cinco irmãos e é a primogênita do segundo casamento da sua mãe. Ela ainda era criança quando seus pais se separaram e ela ficou morando com sua mãe e seu saudoso avô. As lágrimas rolaram quando Meirinha lembrou dos momentos bons com seu avô. “Hoje ele é luz”.

Mas nem tudo foi flores na vida de Meirinha. Ela lembrou que aos 17 anos estava sentada em um balcão de concreto em uma festa e um homem lhe ateou Qboa para ela sair do local. “Não me abati, fui na delegacia fazer B.O e depois o caso virou um processo civil”, contou.

Nesse vídeo intimista, ela afirma que é bem resolvida na vida pessoal, profissional, familiar e intima também.

“Em quatro paredes, eu topo tudo”, revelou. “De pequena, já basta eu. Gosto de homem malhado, com o corpo bem definido”, acrescentou ela, que atualmente está solteira.

Sobre sonhos, ela foi direta: “Em médio prazo, conseguir a minha habilitação e virar uma condutora dentro das leis de trânsito do Brasil. Em breve, vocês vão me ver pilotando, é um objetivo de vida, aí que eu vou viajar um bocado”.

Meirinha finaliza o vídeo citando que é pré-candidata a deputada federal, com o intuito de somar e fazer acontecer uma política digna e justa, inclusiva e de participação social.

“Amo viver e vivo intensamente, e o maior gosto que eu tenho é o de fazer o bem”. Meirinha

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.