Política

Com Meirinha, região de Irecê tem grandes chances de ter uma representação na Câmara Federal, depois de 24 anos

“Finalmente estamos sentindo uma grande possibilidade de resgatar a representação política do Território de Irecê", diz João Gonçalves, coordenador da campanha de Meirinha
João Gonçalves, coordenador da campanha de Meirinha (Foto: Divulgação)

Com apoio de dez candidatos a deputado estadual e da maioria das municipais do Partido Rede Sustentabilidade, incluindo-se vereadores e dirigentes de organizações sociais, empresários e profissionais liberais, a candidata a Deputada Federal, Meirinha, está sendo votada em 325 municípios da Bahia.

Este é o resultado de cinco meses de intensa mobilização e sucessivas viagens por todo o estado”, explica o coordenador da campanha, João Gonçalves, que previu com antecipação a vitória de Elmo Vaz na última eleição municipal em Irecê, algo impensado para muitos baianos.

Gonçalves afirma que Meirinha tem reais condições de eleição. “Finalmente estamos sentindo uma grande possibilidade de resgatar a representação política do Território de Irecê. É um grande sonho, pois, finalmente, poderemos ter um mandato que priorize o desenvolvimento territorial e assim não ficarmos reféns de casuísticas emendas parlamentares focadas apenas em obras eleitoreiras”, diz ele, lembrando que o último deputado federal da região foi Beto Lelis, eleito em 1994.

De acordo com João Gonçalves, Meirinha precisa de apenas 30 mil votos para estar na disputa. “A chapa de Meirinha tem 59 candidatos com votação média estimada de 5,5 mil votos cada, de modo que a sua coligação poderá eleger de dois a três deputados federais”.

Além da região de Irecê, onde tem núcleos de apoios em todos os municípios, as regiões Norte, Nordeste,  Sul, Sudoeste, Oeste e Recôncavo Baiano, além da região de Feira de Santana, são as principais localidades onde Meirinha desponta com boa votação.

APOIOS PRINCIPAIS - Esta semana, a candidata a deputada estadual Alba Valéria (REDE), com base no Recôncavo Baiano declarou apoio à ireceense. Também em Salvador, setores da base política da deputada estadual Fabíola Mansur (PSB), também se posicionaram a favor de Meirinha. Ambas mantêm aliança em Irecê.

Na região de Itaberaba, os núcleos da Rede e do PHS se juntaram, e, ao lado do médico e candidato a deputado estadual pelo PHS, Luiz Sapucaia, definiram militância em busca de votos para a candidata Meirinha.

Em Jequié e Jaguaquara, o apoio veio do candidato a deputado estadual, Paulo Teixeira. Em Barreiras, foi o candidato e atual vereador, Nereu do Gás que declinou colaboração. Da Chapada e região de Jacobina, o apoio ocorre liderado por Iuri Alves, também candidato a deputado estadual.

Em Juazeiro, Welton Macário, de tradicional família política e candidato a deputado estadual, vem com substancial suporte eleitoral para Meirinha. Em Feira de Santana e região, o concorrente a uma cadeira na Assembleia Legislativa, Janilso Matos, também manifestou adesão.

Em Porto Seguro e Presidente Dutra, as bases de apoio estão aliançadas com o cadeirante Rafael Medeiros. Em Caitité, a aliança é com o candidato a deputado estadual Pagé (Rede)

Dirigentes de diversas organizações sociais em toda a Bahia, a exemplo do presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Valdenor Oliveira da Silva e do Movimento Social em prol dos Direitos das Pessoas com Deficiência de Porto Seguro  que declararam apoio e estão em intensa campanha para eleger Meirinha deputada federal.

Em Ilhéus o professor Doutor da Universidade Estadual de Santa Cruz, Arlicélio Queiroz também está em campanha pela ireceense. Empresários de Guanambi, do ramo de bebidas da distribuidora Schin e um grupo de médicos que atua em Guanambi e Teixeira de Freitas disseram que não queriam mais fazer política, mas se encantaram com a história de Meirinha e resolveram entrar na campanha, pedindo votos às suas redes de amigos.

“Este é o cenário que nos faz acreditar que Meirinha, assim como Elmo Vaz, poderá ser a grande surpresas nessas eleições”, conclui João.

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.