Barra do Mendes: Vereador acusado de compra de voto pode ter mandato cassado

Barra do Mendes: Vereador acusado de compra de voto pode ter mandato cassado

Um vereador de Barra do Mendes, no Centro Norte, responde a um processo de abuso de poder econômico e pode ter o mandato cassado. Nesta sexta-feira (10), começam as oitivas do processo que julga se Miguel Alves de Araújo (PSD), conhecido como “Miguel da Canarina”, cometeu abuso.

Nas vésperas da última eleição, Miguel da Canarina chegou a ser preso por suspeita de compra de votos. Segundo denúncia do Ministério Público Eleitoral, na tarde do dia 14 de novembro do ano passado, o então candidato foi flagrado oferecendo bens e vantagens para possíveis eleitores no povoado de Canarina.

Na ocasião, uma guarnição da Polícia Militar encontrou no carro do postulante itens como cheque no valor de R$ 900 pertencente à prefeitura da cidade, além de recibos e autorização de exames, boletos de pagamento, anotações de material de construção, entre outros.

Atualmente, Miguel da Canarina não só continua como vereador como também é tesoureiro da Câmara Municipal.

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.