Ato de resistência e leveza marca o retorno às aulas presenciais da UNEB Irecê

Plantio de um baobá africano e mudas de ipê marcou a retomada de suas aulas presenciais
Ato de resistência e leveza marca o retorno às aulas presenciais da UNEB Irecê
Foto: Divulgação/UNEB/Irecê

A Universidade do Estado da Bahia (UNEB), DCHT/Campus XVI – Irecê, marcou a retomada de suas aulas presenciais com o início das atividades do curso de Agroecologia na tarde da última terça-feira, 15, por meio de um evento simbólico de resistência e leveza com o plantio de um baobá africano e mudas de ipê. 

 “Esse ato representa o reinício do nosso encontro presencial, sendo o primeiro encontro da turma de Agroecologia. Essas plantas – presenteadas por Leonellea Pereira (técnica administrativa da instituição) e por Índia Caatingueira (aluna egressa da UNEB) – carregam a representatividade da resistência, acolhimento e afeto, características que devemos preservar. O curso de Agroecologia vem suprir uma recorrente reivindicação da comunidade regional e, enquanto gestão, reafirmo que estamos juntos na construção de uma UNEB que irá fortalecer ainda mais o nosso território”, afirmou Ana Karine Loula, nova diretora do Departamento da UNEB, campus Irecê. 

Durante o evento, ressaltou a coordenadora do Colegiado de Agroecologia, professora Maria Dorath Sodré, “o baobá, árvore de extrema versatilidade e resistência, é muito representativo da nossa luta na implantação do curso de Agroecologia na região. Um curso que irá contribuir com o nosso território dentro da perspectiva do manejo ecológico dos recursos naturais”.  

Por sua vez, acrescentou o estudante do 3º semestre de Agroecologia, Venâncio Ferreira, “somos hoje na Bahia e na UNEB pequenas mudas da Agroecologia que irão florescer para que possam surgir novas turmas e novos cursos”.  

Estiveram presentes na cerimônia - que contou com apresentações musicais e declamação de poemas - o secretário de Meio Ambiente de Irecê, Flávio Cordeiro; o secretário de Educação de Presidente Dutra, Ancelmo Machado; além de técnicos, professores e alunos de Agroecologia da UNEB. 


Fonte: Assessoria de Comunicação – UNEB/Irecê
Aline Durães/Jornalista

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.