Bahia |

Último caso de poliomielite na Bahia foi registrado em Irecê, em 1989. Vacinação segue disponível nos postos de saúde

A Bahia é o estado brasileiro com maior risco de retorno da poliomelite.
Alerta: Último caso de poliomielite na Bahia foi registrado em Irecê; vacinação segue disponível nos postos de saúde
Último caso de poliomelite foi registrado em Irecê, em 1989 (Foto: Arquivo EBC)

Um balanço divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) aponta que 94,13% das crianças que deveriam ser vacinadas contra o sarampo e poliomielite (paralisia infantil) receberam as doses, até o final da campanha, que foi prorrogada até a última sexta-feira (21). A vacina segue disponível nos postos da rede pública de saúde.

Conforme o Ministério de Saúde, a Bahia é o estado brasileiro com maior risco de retorno da poliomelite. Isso porque, conforme o órgão, 63 cidades do estado não chegaram a vacinar no ano de 2017 nem metade das crianças que compõem o público-alvo da imunização.

O último caso da doença no estado foi registrado no final da década de 80, mas, como o vírus ainda circula no mundo, pode haver o risco de contaminação. 

Ainda segundo a secretaria, o último caso de poliomielite no estado foi em 1989, no município de Irecê, que ficou na lista das 63 cidades da Bahia com baixa cobertura (43,93%).

Até o dia 28 de agosto, foram confirmados 1.553 casos de sarampo no Brasil, enquanto 6.975 permanecem em investigação. O país enfrentou dois surtos da doença: no Amazonas, que já tem 1.211 casos confirmados e 6.905 em investigação, e em Roraima, onde houve cerca de 300 casos confirmados e 70 em investigação.

 

Irecê Repórter, com informações o G1

Comentários

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Irecê Repórter, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.